sábado, 3 de março de 2012

Albas
...Às vezes penso, odeiam-me: "não escrevas nem mais um verso".
Depois, reconsidero: "mas um pássaro canta. Mesmo engaiolado,
longe do seu bando, perdido, canta. Nasceu pássaro."

                                                                                      Sebastião Alba

Sem comentários:

Publicar um comentário