sexta-feira, 7 de outubro de 2011






Adelaide Graça nasceu a 6 de Abril de 1952
em Campos, Vila Nova de Cerveira.
Tem trabalhos publicados em vários jornais.
E tem já uma considerada obra em poesia.




Queria

Queria tanta coisa
que as palavras já
não transmitem.
Os getos já vacilam
porque não suportam
tanto querer.

O sorriso já não ri
porque o rosto está cansado.
As mãos quase não agarram
porque quase tudo vai fugindo.
Os olhos, esses...
ainda brilham
porque o coração
não deixou de amar.

                                   * Limites da Razão


Sem comentários:

Publicar um comentário